São Paulo, 28 de Março de 2017
Seções
Agenda de Eventos
Blogs
Entrevistas
Últimas Notícias
   
Vendas
Cultura e Pensamento


 
Sarau das Poéticas Indígenas - SP
Imprimir E-mail
Por Revista RAIZ.
16 de abril de 2009
Evento reúne poesia e prosa indígena em São Paulo
 
 

Dia 19 de abril, Dia do Índio, a Casa das Rosas vai se transformar numa grande Casa dos  Índios. A idéia do I Sarau das Poéticas Indígenas é reunir índios, escritores indígenas e de outras origens, clássicos e contemporâneos, cuja obra tenha inspiração indígena de alguma região do Brasil. Poéticas, pois aqui não cabe apenas uma única poética, a ocidental ou aristóteleana, mas sua diversidade que vive nos cânticos, na história oral, no ritual indígena, tendo em comum a inventividade e o encantamento com a palavra e suas possibilidades. Essa reunião de poetas e poéticas pretende divulgar este ainda movimento intercultural e literário que é o da literatura indígena.

O evento que tem início às 15h e vai até às 21h, terá  a apresentação dos índios Pataxó do Sul da Bahia Manoel Santana e Zé Fragoso. Manoel Santana é um contador de histórias Pataxó da Aldeia Boca da Mata, próximo à cidade de Itamarajú no Sul da Bahia. Segundo o antropólogo Guga Sampaio é “um proseador desinibido, eloqüente e imaginativo”. Zé Fragoso é cacique da aldeia e escritor indígena da Aldeia Tibá, no Prado, Sul da Bahia.
 
Os Pataxó são o povo que travou o primeiro contato com os portugueses na região de Porto Seguro há 509 anos. Sua trajetória é admirável e demonstra grande adaptabilidade frente às adversidades, capacidade de união em prol de seus direitos e resistência cultural. Hoje, com parte de suas terras reconquistadas, fala-se de uma ressurgência Pataxó, na qual índios idosos e jovens buscam resgatar sua cultura ancestral e reviver sua língua nativa.

Morador da zona sul de São Paulo vive na Aldeia Krukutu, em Parelheiros, São Paulo, com sua esposa e quatro filhos, Olívio Jekupe escreve poesia desde os 15 anos, é escritor de diversos livros indígenas e é muito requisitado para palestras sobre a temática, inclusive fora do Brasil. É um dos escritores mais atuantes no trabalho de divulgação dos novos escritores indígenas.

Serão várias apresentações como a do índio Pankararu de São Paulo Bino Pankararu, liderança dos índios Pankararu que vivem no Real Parque, São Paulo, e cumpre função religiosa em sua cultura.A escritora indígena Eliane Potiguara, blogueira do Portal RAIZ., também estará presente no evento.  A poeta Graça Graúna, de Pernambuco, falará dos mitos indígenas e o antropólogo Pedro Cesarino contará sua experiência com os índios Marubo. Os escritores Eurico Baniwa e Juju Murá de São Paulo também estarão presentes na noite que terá as intervenções de Tatiana Fraga e Deborah Goldemberg. Elas lêem obras de autores como Joaquim de Souzândrade e Raul Boop que recorreram ao multilinguismo para incorporar o elemento indígena em suas obras.
 
Outros declamadores Nicole Cristófalo, João Pedro Ribeiro, Douglas Diegues, Pedro Tostes e Emerson de Oliveira Souza intercalam a leitura de trabalhos de poetas brancos com escritores indígenas.


Serviço:
I Sarau das Poéticas Indígenas
Dia 19 de abril, a partir das 15h
Na Casa das Rosas – Av. Paulista, 37, São Paulo – SP
Mais informações:  www.casadasrosas-sp.org.br